domingo, 4 de março de 2012

Ideia para uma experimentação iônica do espaço-tempo;


24 luas dividindo o mapa (não o território) da terra em zonas temporais. 48 câmeras apontadas para o céu seguindo as mesmas leis geométricas para capturar todos os quadrantes do espaço no tempo de 30 minutos. 24 horas na terra em 24x1800 segundos somados. Edição posterior de 1 milhões de fps para alongar o dia nesta reconstrução dinâmica. Exibição de resultado em praça pública com o acompanhamento de batidas primárias imitando o ciclo circadiano numa rave de MDMA e suco de uva. Retorno ao útero do Big Bang! Sono induzido por flashes e anotações posteriores dos sonhos destes Prometeus experimentadores. Está criado o romance da existência não-linear mas inteiramente proporcional ao que a vida possibilita para os nervos de nossa espécie.