terça-feira, 11 de outubro de 2011

Missa em Dor Maior.



Kyrie
Eu fui levado pelo vento ou o vento por mim foi levado?
Mãos que acariciam o livro escolheram o destino errado.


Gloria
Mas quem sabe qualquer algo sobre qualquer coisa daqui?
Pulinhos no estômago já surgem pela espera sendo forjada.


Credo
O que sonham os poetas nos sonos carregados de febre e neblina?
Fantasiam a ligação secreta entre amantes latinos e a sintaxe do latim.


Sanctus
Tua alma no real acalmará as impossibilidades da ingratidão?
Vermelhas rosas invadem as lápides frias de futuros invernais.
(Benedictus) Oração final para a sublimação da dança eterna.


Agnus Dei
Santo! Santo! Santo! Sento solitário e sinto o sino que não soa.
Acabam todos nesta vida entretidos com a esmola da carne das perguntas sem fim?

Nenhum comentário: