quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

"Sociedade", com 's' de suicídio.


'Faça isso', ela me disse
Não faça aquilo, te faz mal

'Não fume isso', me encaram
Diga 'sim', com um sorriso no rosto

Chegue no horário
Escreva os Votos de casamento

Garrafas de cerveja pode
Hipocrisia só por trás dos panos

Cargo público, junte uma grana
Viaje para Paris, use camisinha

Proteção em primeiro lugar
Livros que te ensinam a viver

Abaixe o volume da TV
Não perca a nova novela das 8

Tenha o seu time, acredite no estado
Vá ao teatro, mas não faça perguntas

Veja os jornais
Não pense muito sobre isso

Tenha pensamentos positivos
Não acesse redes neurais proibidas

Reze para este Deus
Esqueça, você não é Deus

Coloque o dinheiro na máquina
Volte cedo para casa

Você não é mais jovem como pensa
Pague seus importos, tenha uma boa velhice

Não mate, coma carne de porco
Vegetais orgânicos custando a sua saúde

Trabalhe para adquirir a sua honestidade
Reclame dos políticos, faça a sua parte

Culpe a polícia, respeite a polícia
Seja a polícia, diferencie o bem do mal

Durma 8 horas todas as noites
Pague direitinho o seu plano de saúde

Aprenda a soletrar o seu nome
Honre a bandeira, não morra de fome

Compre já a sua cova e o seu caixão
Boa noite, é mais um amanhecer no ocidente

6 comentários:

Juliana Pereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliana Pereira disse...

"Faça a sua parte!"
No mesmo tom:
Sempre... Ainda que tudo isso a cada momento seja diferente ou se contradiga.
(Os marinheiros podem ter algum controle mas nunca deixam de estar à mercê do vaivém aparentemente constante das ondas...)

@samambaia_ disse...

continue andando. Quem disse que você pode perguntar?

Lara Montechio disse...

Éééé, (não)faça isso, (não)faça aquilo!

fábio s. t. bocanegra. disse...

pegou leve, hein.

huahauauhua há coisas bem piores a se reclamar dessa sociedade.

bom se fossem apenas 'conselhos'.

Marcos de Sá disse...

"Choose life..."