segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Tantra.



Serei a nuvem que passa
A cidade vista de cima
Quero molhar as tuas páginas
Sentir a tua língua
Sendo tinta que reproduz a sensação
Da sensação que eu tenho
Ao vislumbrar a excitante idéia de sermos
Um só no penetrar bandido de
Nossos corpos em chamas e fumaça,
Que vira nuvens
Carbono-Nitrogênio-Oxigênio
E passa...

2 comentários:

Thaís V. Manfrini disse...

Mané passarinho.

@samambaia_ disse...

"...porque a chuva voltando pra terra traz coisas do ar..."