quarta-feira, 24 de junho de 2009

Pessoas bonitas.


Estava eu e meu amigo pela madrugada, olhei para cima e vi os prédios, não sei o motivo exato, mas há tempos não estava tão feliz. Me senti muito bem, queria ficar ali eternamente. Acho que estou lá ainda, todas as vezes que sorrio, todas as vezes que relembro. E era nisso que eu pensava.

...

Era um homem sentado no taxi, esperando o sinal abrir, cigarro perto do fim se confunde com sua boca num momento de queima do tempo. O que ele pensava?

Era uma moça, por volta de seus trinta anos, estava vestida para Florianópolis, mas poderia estar em Paris ou Nova York que se encaixaria igualmente bem. O que ela sentia?

Era um cabeludo na esquina, não consegui ver seu rosto por mais que tentasse, e me virasse, e olhasse de outro ângulo. Qual seria sua expressão naquele momento? O que ele pensava?

Era uma menina, usando seu suéter branco, com seus pequenos e firmes seios balançando de forma bela e excitante, correndo para alcançar alguém. O que ela sentia?

Era um rapaz ansioso, que andava rápido, olhava para os lados desesperadamente, usava roupas coloridas que davam um contraste com o negro de sua pele. O que ele pensava?

Era uma velhinha sentada no banco, olhando para o mar, e o mar olhava de volta para ela. Acho que vi ela sorrindo. O que ela sentia?

...

Eramos jovens e queriamos as coisas naquele momento. Em um apartamento, o jazz que escolhi tocando alto, não sei se agradava a todos, mas eu puxei uma garota e comecei a dançar de forma estranha, não ligando se as pessoas olhavam para mim, não sei se alguém olhava, mas dancei pois estava a fim. O vinho dançava em meu estômago também. Depois de um tempo me joguei cansado no sofá, e parei de pensar, comecei a sentir.

...

O que você está sentindo?

[To be without a home / Like a complete unknown / Like a rolling stone?]

4 comentários:

Marcella. m*.ella disse...

texto lindo.
as usual.

parabéns por ter a capacidade de reparar o detalhe das coisas como você faz.

ou por imaginá-las e descrevê-las tão bem que faz eu pensar que você as reparou.

continue assim.

um beijo.

Marcella. m*.ella disse...

o que os homens pensavam?
o que as mulheres sentiam?

certo!

parabéns de novo.

fly virtual.

Diego Moreau disse...

Demais. Como sempre. E como sempre, me sinto like a rolling stone.

The Dancer disse...

sabe...adoro ler, assistir, ouvir coisas onde posso ver/sentir referências...não necessariamente as suas referências.mas as minhas.o que me remete quando leio/vejo/ouço.
obrigada. obrigada por em cada texto me fazer divagar, lembrar, me identificar.

;*